Nos termos da Constituição Federal de 1988, a sociedade pode apresentar projetos de Lei à Câmara dos Deputados, desde que, a proposta seja assinada por um número mínimo de cidadãos distribuídos por pelo menos cinco Estados brasileiros. Trata-se da Lei de iniciativa Popular.

Tal procedimento, apesar de válido e eficaz é um tanto burocrático, razão pela qual o IPEDIS pretende, a partir da sua pasta de atuação parlamentar e dos Conselheiros Científicos preparar minutas de Projetos de Lei com motivadas e retóricas exposições de motivo e, através da Comissão de Legislação Participativa (CLP) da Câmara dos Deputados efetivar sua participação no processo de elaboração da Lei.

Muitos dos nossos membros, professores e Conselheiros já tem experiência de atuação junto ao parlamento e, por conseguinte, pretende usar desse mecanismo para cumprir parte dos seus objetivos estatutários.

rodape letras